A sensação do momento, com toda certeza!  A sigla para NFT “Non-Fungible Token” significa “Token não-fungível”, que consiste em um certificado digital, estabelecido via Blockchain, que dão exclusividade aos bens digitais e aos artistas que as produzem.

 

As NFTs têm chamado muito atenção após vendas milionárias terem sido feitas nos últimos tempos pela internet. Um exemplo recente foi o criador do desenho animado Rick and Morty, que vendeu uma  arte em Ethereum por US $1,65 milhão. A primeira coleção de arte criptográfica de Justin Roiland foi vendida por pouco mais de 1.300 ETH – no valor total de cerca de US $1,65 milhões.

 

Outro exemplo que ganhou grande repercussão na internet foi a NFT inspirada nos movimentos punk e cyberpunk. O projeto consiste em 10.000 retratos em 8 bit de personagens punk com atributos variados e um deles chegou a ser vendido por mais de 40 milhões de dólares.

 

E você acha que é muito dinheiro? Mike Winkelmann, também conhecido como Beeple, publicou durante 13 anos e meio, diferentes artes digitais no intuito de acompanhar sua evolução, porém, nesse ano, ele decidiu reunir todas as obras em apenas uma e a chamou de EVERYDAYS: THE FIRST 5000 DAYS, algo único na história da arte digital.

 

Essa colagem foi vendida na Christie ‘s (maior casa de leilão do mundo) por nada menos que  69 milhões de dólares. Contudo, alguns especialistas no assunto especulam que, assim como muitas empresas irão à falência, a maior parte das NFT’s falharão na mesma proporção. Embora algumas destas previsões possam parecer ousadas, eu diria que não se tratam de uma questão de “se” mas uma questão de “quando”.

 

2